Início / O Maneio de Animais de Criação / Galinhas Poedeiras - Recepção

Galinhas Poedeiras - Recepção

- É notório o crescimento do mercado de galinhas poedeiras uma vez que este animal não requer o abate, é de fácil instalação e adaptação e gera interação familiar, nomeadamente na colheita de ovos.

Para ter sucesso na criação de galinhas poedeiras é necessário oferecer-lhes:
- Um espaço de protecção e conforto (galinheiro)
- Protecção contra predadores, para o que podem ser utilizadas cercas, telas e aramados
- Um galinheiro que não deve receber luz directamente do sol, por forma a evitar grandes variações de temperatura, embora deva ter boa iluminação

Devem ter-se em conta duas fases distintas na vida de uma galinha poedeira:

1. Fase de cria e recria:
- Fase de cria até as sete semanas.
- Fase de recria até as dezoito semanas.

Neste período pretendemos que a franga chegue à maturidade sexual saudável por forma a entrar em postura em perfeitas condições físicas e sanitárias. Há que ter especial atenção, nesta fase, ao corte de bicos, ao peso das aves, às desparasitações e vacinações. Nesta fase deve utilizar-se um programa de iluminação decrescente.

2. Fase de produção, a partir das dezoito semanas:
- Evitar práticas de maneio que causem stress às aves na semana de mudança.
- É importante transferir as frangas para o local de produção, uma a duas semanas antes desta se iniciar.
- Fornecer ração e água à descrição.
- Orientar as aves a beber, nomeadamente se forem oriundas de sistemas de pipetas.
- A presença do galo nunca deve ser descurada pois é importante garantir a felicidade e a harmonia do bando.
- Existem duas formas de produção de ovos: galinhas no solo ou em jaula. A maior parte do mercado rural está direcionado para galinhas no solo.

Os galinheiros devem dispor dos seguintes equipamentos:
- Comedouros em linha com, pelo menos, 10 cm por cada galinha, ou circulares com pelo menos 4 cm por galinha.
- Bebedouros contínuos com 2,5 cm por galinha, ou circulares com 1 cm por cada galinha, e se forem utilizadas pipetas deve haver 1 por cada 10 galinhas.
- Um ninho por cada 7 galinhas.
- Poleiros adequados, sem arestas cortantes.
- Cama, no mínimo com 250cm2 por galinha.
- Densidade de 9 galinhas por m2.

Iluminação na fase produtiva:
- A acção da luz é determinante para o ciclo de postura da galinha.
- A luz natural é por vezes a única utilizada na produção rural (80% dos casos) sendo que na Primavera/Verão exerce um efeito positivo para a postura enquanto no Outono/Inverno acontece o contrário.
- Para que as galinhas não deixem de pôr, para além das condições de alojamento e alimentação, é necessária a elaboração de um programa de luz. Uma forma pratica e simples para garantir a continuidade da postura é aumentar o número de horas de luz no Outono/Inverno recorrendo á luz artificial (2–3 horas no final do dia).

Artigos relacionados

Este sítio Web utiliza cookies.

Todos os sítios Web da De Heus Voeders utilizam cookies e outras técnicas semelhantes. Utilizamos cookies funcionais para garantir o funcionamento adequado e seguro dos nossos sítios Web e cookies analíticos para oferecer uma óptima experiência de utilização. Os cookies de marketing são utilizados para mostrar ao utilizador informação personalizada e relevante no nosso sector, em vez de informação geral.

Ao clicar em "Aceito", o utilizador concorda com o armazenamento de todos os cookies. Clicar no botão "Alterar definições de cookies" para alterar as preferências.


Consulte a Política de Cookies da De Heus Voeders para mais informações.